Dicas para espantar a preguiça e manter o bem-estar no Inverno

Espreguiçar-se

O despertador toca e em milésimos de segundos, você é retirado de um sono profundo e quentinho direto para a realidade fria dos dias de inverno. Com muitos afazeres, salta da cama de qualquer jeito e “indisposto” começa a sua saga diária???

NADA DISTO!

Para começar bem o dia, mesmo que uma Segunda-feira chuvosa e fria, aproveite os primeiros minutos para espreguiçar-se… isto mesmo, ESPREGUIÇAR-SE. Os animais, ditos irracionais por nós, “sabem” os benefícios deste ato como ninguém.

Ao espreguiçar-se, os músculos se esticam, a circulação sanguínea é ativada, por sua vez, o cérebro recebe esta mensagem e desperta de forma adequada para você cumprir muito bem as tarefas do dia todo. Além disto, o ato de espreguiçar-se libera endorfinas e serotoninas, responsáveis pela sensação de bem-estar, ativação da memória e aumento da disposição.

Sabe aquela dorzinha de cabeça super comum causada pela tensão? Ela também não terá vez. Os músculos distensionados enviam ao cérebro a mensagem de que pode relaxar. Ainda não está convencido (a)?

Quer manter o corpo jovem? A dica é a mesma. Espreguiçar-se provoca o alongamento, o que ajuda a retardar a perda da flexibilidade comum no decorrer dos anos, agravada no inverno, época em que tendemos a ficar “encolhidos”.

Cores para alegrar os dias cinzentos e evitar  “winter blue” ou até a depressão sazonal

O aumento da melatonina, hormônio que regula o sono e é produzido no escuro + a diminuição da serotonina, responsável pela disposição e bem-estar que tem o seu pico de produção em luz brilhante parecem ser os grandes vilões da “winter blue” (depressão leve de inverno sem definição em português) e da depressão sazonal (casos mais sérios que podem precisar de intervenção médica, uma vez que atrapalham o desempenho das tarefas diárias de quem por ela é acometido).

Nos casos mais graves, o tratamento medicamentoso é aconselhado. De qualquer forma, a fototerapia (exposição a luz brilhante, extremamente clara e sem emissão de raios ultravioletas) têm apresentado excelentes resultados, muitas vezes, dispensando os antidepressivos.

Para evitar este quadro, o conselho é manter a rotina de exercícios que ajudam na liberação da endorfina e serotonina. Se possível, exercitar-se ao ar livre, bem agasalhado. E usar e abusar das cores. Em algumas regiões extremamente frias e cinzentas como em Puerto Montt (Chile), as casas são pintadas de cores distintas e alegres a fim de diminuir a incidência de depressão na população. Portanto, vamos compor este arco-íris do bem. Que tal implantar em sua empresa o dia do colorido? No Casual-Day (Sexta-feira) por exemplo, cada departamento pode ser responsável por vestir uma cor em algum detalhe do vestuário (obviamente respeitando o “dress code” empresarial). A sua casa está precisando de uma corzinha? Use e abuse de cores fortes e alegres. O seu prato anda sem graça? Que tal seguir a risca o conselho dos nutricionista e tornar o seu prato mais nutritivo e colorido? O seu filho está de férias e precisando de uma nova diversão? E se você deixasse uma parede do quarto dele a disposição de sua própria “arte”? Seria uma forma de incentivar a sua criatividade, e a diversão e o colorido estariam garantidos. Não deixe o cinza dos dias de inverno invadirem o seu bom-humor e disposição. Cinza? Apenas nas elegantes roupas de inverno! Pense nisto!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>